5 cidades alternativas para visitar na Alemanha

5 cidades alternativas para visitar na Alemanha

Como eu já citei aqui em outro post, o Bayernticket é uma benção pra quem está viajando em grupo, além de dividir a passagem com os amigos, o bilhete vale por um dia inteiro, o que significa que você pode rodar o quanto quiser dentro do estado durante aquele dia.

Já que essa alternativa existe, nada melhor do que fazer um roteiro alternativo, que foge das cidades mais comuns, pela Baviera, aquele lugar famoso pela cerveja e pelos trajes típicos. Nada melhor do que sair das estações de trem e ir andando pela primeira vez por uma cidade, ir se acostumando com suas particularidades e maneiras de se viver, observar os moradores, os funcionários, os velhinhos, enfim, cada cidade listada aqui tem algo de especial que você vai aproveitar.

Augsburg

Essa cidade linda e cheia de história não fica muito longe de Munique (cerca de 60km) e é a terceira maior do estado. Se em Munique, que é uma capital considerada bem tranquila, em Augsburg, o clima de cidade grande desaparece de vez e dá lugar a calma de uma cidade do interior. Mas não pense que por isso a cidade é parada, aqui tem MUITA coisa pra ver (muita mesmo, tanto que dediquei outro post exclusivamente para Augsburg).

É bacana visitar o centro histórico da cidade, onde você vai encontrar a Fuggerei, o condomínio de casas mais antigo do mundo, fundado em 1516 como um lugar onde as pessoas necessitadas pudessem morar. Até hoje mora gente nesse lugar histórico e algumas tradições ainda são seguidas, por exemplo, o aluguel simbólico de 1 euro por ano que é pago à prefeitura, entre outras coisas.

augsburg-destino-compartilhado

Regensburgo

Uma das cidades mais antigas da Europa e que carrega a construção mais antiga de toda a Alemanha. Ok, essa “construção mais antiga” nem é lá essas coisas, mas é muito legal ver e saber que aquele monte de pedra está lá desde antes de Cristo. Imagina por tudo que já não passou?

regensburg-destino-compartilhado

Nuremberg

A segunda maior cidade do estado da Baviera e também conhecida por receber um dos maiores festivais de rock da Alemanha, o Rock in Park, Nuremberg pode ser aproveitada de várias formas.

Entre os pontos turísticos, o Castelo Imperial é com certeza uma das atrações mais procuradas e comentadas, mas a cidade também tem aquele clima de cidade do interior, mas grande, bem característico da região, o que te possibilita fazer compras, passear pelo centro e aproveitar a vida noturna da cidade sem grandes problemas.

nuremberg-destino-compartilhado

Partnachklamm

Localizado ao lado de Garmisch-Partenkirchen, no extremo sul da Alemanha já próximo dos alpes, está a reserva natural de Partnachklamm. Lá você pode andar por uma trilha feita vezes por cavernas e vezes por caminhos abertos onde a vista é realmente deslumbrante das quedas d’água que envolvem o lugar. São atraídos cerca de 200 mil turistas por ano e funciona tanto no verão quanto no inverno, mas a principal diferença é que no inverno as “cachoeiras” do local estão totalmente congeladas, proporcionando uma experiência incrível de se passar. Mas se for no inverno, é melhor se proteger, pois se na região já é frio, lá é mais ainda!

partnachklamm-destino-compartilhado

EXTRA – Salzburgo

A única cidade na lista fora da Alemanha e eu vou te contar o porquê, você pode viajar até Salzburg, na Áustria, com o Bayernticket, aquele bilhete citado no início do texto. Aqui é a cidade limite, a última em que o bilhete ainda é válido, então aproveita!

A cidade é famosa por ser a terra de Amadeus Wolfgang Mozart e você vai achar souvenirs dele por todo lado, por todas as vitrines e na praça central da cidade, que por acaso se chama “Praça de Mozart”. Mas o que fazer lá em um dia? Destino obrigatório para quem passar por Salzurgo é a a “Fortaleza de Hohensalzburg”, que guarda um dos maiores castelos medievais da Europa e te proporciona uma vista única da pequena cidade. O caminho até o  castelo não é muito longo, mas você também pode subir com um elevador, mas terá que pagar.

salzburg-destino-compartilhado

 

Destino Compartilhado | por: Tom Freitas


Leia também:

Diário dos mãos de vaca #2 – Como guardar dinheiro para viajar?

10 castelos para visitar ao redor do mundo

Como foi em Füssen


Comentários

Deixe uma resposta