Viajar é caro e para poucos.

E essa é a maior mentira que você já ouviu. Vemos pessoas indo para a Europa, postando fotos no Caribe, relaxando no Nordeste e a primeira coisa que muitas pessoas pensam é “que ricossss”, e NÃO! Isso tá errado.

Eu também pensei assim um dia, também pensava que “Um dia quero ter muito dinheiro pra subir na Torre Eiffel, conhecer o Muro de Berlim, o Coliseu e todos esses lugares”, mas ao invés de imaginarmos isso pra sempre junto com a ideia de “quando eu for rica/tiver dinheiro” por que não começamos a fazer algo AGORA?

E foi isso que fiz. E descobri que viajar é muito mais acessível e possível do que a gente imagina. Que euzinha fazendo umas pequenas economias conseguiria conhecer todos os lugares que eu queria e sonhava e imaginava. E isso é louco.

A verdade é que sonhar é muito mais fácil do que fazer e sempre tem algo ou alguém pra nos dizer que tudo isso é surreal. Mas por que não tentar, não fazer uma pesquisinha só pra ver quanto seria de fato? E se planejar.

Viajar não é caro, não to dizendo que é a coisa mais barata também. Mas é possível e é nisso que precisamos focar. É preciso muito planejamento, abrir mão de algumas coisinhas que nós não necessitamos, como fazer a unha no salão, comer nos restaurantes chiquérrimos, dá pra fazer um PF, né. É preciso ter em mente que você vai viajar e precisa de dinheiro e que precisa fazer esse tipo de esforço.

Outro ponto é: Ser realista. Há viagens caríssimas, em hoteis de frente pros pontos mais badalados, com guias turísticos, carros alugados, comidas e vinhos finos e infinitos fru-frus. E há a viagem legal e incrível que é aquela cheia de perrengues e friozinho na barriga em que a gente dorme em hostel com quarto compartilhado com pessoas de tudo que é lugar, em que a gente se vira pra chegar nos lugares de transporte público + mapa e come a coisa mais barata que tiver no cardápio (no caso é pizza de muçarela).

A questão é: Viajar não é só para ricos! Requer sacrifícios e muita economia. Conhecemos pessoas que fizeram trajetos parecidos com o nosso e gastaram um absurdo, o dobro o triplo, ou gastaram a metade, não gastaram nada!

É preciso planejar e saber que tipo de viagem cabe no seu bolso, porque todos os destinos são possíveis.

 


Leia Também:

O que é Destino Compartilhado?

Viajar faz bem

A maior felicidade vem antes da viagem


 

Comentários

Deixe uma resposta