Quanto custa mochilar pela Europa? – Nosso primeiro mochilão

Quanto custa um mochilão pela Europa?

Pois bem, vamos começar a compartilhar aqui uma série de posts sobre o nosso mochilão.

Nesse primeiro post vou contar os preparativos gerais, como nos planejamos e quanto custou. Você já pode conferir mais detalhadamente sobre cada cidade que visitamos: Roma, Munique, Augsburg, Paris, Londres, Amsterdã, Berlim, Praga, Füssen e Salzburg.

Portanto, preparem-se para posts longos e cheios de conteúdo de dicas de viagem.

A ideia inicial era visitar apenas Alemanha e Holanda, mas no meio das pesquisas de ônibus e trem conseguimos ampliar essa viagem pra um mochilão por 11 cidades, em 7 países (já explico como).

PASSAGENS

Começamos os planejamentos em agosto, sabíamos que a viagem precisava ser para janeiro, mês que eu estaria de férias, mas não tínhamos como definir uma data ou um tempo certo pra ficar lá.

E nesse ponto se encontra uma dica pra comprar passagens aéreas: Tenha flexibilidade de datas, dessa forma você consegue economizar muito dinheiro.

Todos os dias a gente pesquisava passagens no Skyscanner (Momondo é uma boa dica, também), sempre vendo a faixa de preços e as datas mais baratas.

Resolvemos comprar em setembro quando vimos que tinha uma data com um preço bem em conta, em comparação com os outros dias. R$2.500,00.

21 de janeiro – 13 de fevereiro. Tínhamos 23 dias pra passar na Europa.

PASSAGENS DE ÔNIBUS

No post trem, avião ou ônibus na Europa tem o porquê da escolha do ônibus para viajar pela Europa.

Encontramos a Eurolines fazendo uma pesquisa de passagens de ônibus. Eles vendem uma passagem que custa 195 euros e você pode viajar entre 53 cidades por 15 dias.

Sairia bem mais caro do que uma passagem ida e volta de Munique pra Amsterdam, mas assim poderíamos passar por Paris, Londres, Berlim!!! Enfim, compramos.

Contamos sobre a Eurolines aqui.

HOTEL OU HOSTEL?

Como já sabíamos as datas que estaríamos em cada cidade, tínhamos agora que reservar a hospedagem. Resolvemos nos hospedar apenas em hostels (triste ideia, e contamos sobre isso nesse post aqui, além de dar algumas dicas pra você escolher a melhor opção pra sua viagem).

Buscamos tudo pelo HostelWorld, mas reservamos tudo pelo site dos hostels mesmo, em alguns casos acabou saindo mais barato. Fizemos isso por não ter cartão de crédito pra fazer as reservas.

O QUE VISITAR?

Vamos falar sobre isso em posts específicos de cada cidade, mas esse ponto é fundamental pra definirmos os gastos de cada lugar, afinal muitos passeios são pagos.

Então fizemos uma lista de tudo que queríamos visitar e pesquisamos o preço, assim tiramos um valor que seria gasto com turismo nas cidades.

ALIMENTAÇÃO

Não lembro bem como calculamos a alimentação, acho que foi na base do “achismo”. Pesquisamos alguns restaurantes, alguns sites de viagem que falavam sobre isso e calculamos 50 euros por cidade pra cada um, ou seja, tínhamos aproximadamente 16 euros pra gastar com comida por dia.

E contar pra vocês que: em muitas cidades comemos por 10 euros OS DOIS.

Tínhamos em mente o quanto precisávamos economizar, somos um casal bem calculista e mão de vaca. Comemos KFC no almoço e pizza de muçarela na janta praticamente TODOS OS DIAS. Gastamos bem menos que 50 euros. Mas claro que abríamos mão disso algumas vezes pra experimentar comidas típicas das cidades.

Ao longo do dia comíamos crepes, waffles e outros doces típicos.

TRANSPORTE

Isso também calculamos com antecedência. Pesquisamos MUITO sobre os transportes locais em blogs de viagem e isso nos ajudou bastante, vamos contar sobre eles em outros posts também.

RESULTADO

Montamos uma planilha no excel, anotamos e calculamos TUDO – TUDO MESMO. Isso permitiu que nos organizássemos melhor, e que soubéssemos quanto era preciso juntar até o dia da viagem.

A soma total deu aproximadamente R$5.500,00 pra cada, com a passagem aérea, assim sobrou R$3.000,00 pra fazer tudo (e fizemos).

O PERRENGUE

Eu, que me acho mestre da organização e do excel, esqueci de somar uma cidade, isso fez com que levássemos R$500,00 a menos, hehe.

Por sorte, SORTE MESMO, levamos mais do que tínhamos calculado, pensando em qualquer imprevisto que acontecesse (e aconteceu, né). Fomos perceber o erro quando já estávamos na terceira cidade, ou seja, esse dinheiro extra nos salvou.

FIM

Mesmo levando dinheiro a menos sem saber, os R$5.500,00 foram suficientes. Conseguimos fazer a viagem da nossa vida, compramos roupas, lembrancinhas pra família, chocolates…

Abrimos mão de muita coisa, optamos sempre pelo mais barato, subimos a Torre Eiffel de escada porque era mais barato, por exemplo.

Esse tipo de viagem foi ideal pra nós, mas isso não quer dizer que será pra todo mundo. Muitos não abrem mão do conforto, da comida boa em lugares bons.

Por tanto vale sempre lembrar que: CADA VIAGEM É UMA VIAGEM, as experiências são diferentes, as preferencias são outras.

Mas está aí, essa foi a nossa viagem, nossos gastos e sabemos que isso pode ajudar muita gente no planejamento do seu mochilão.

Destino Compartilhado | por: Carolina Rosa

Comentários

4 Comment

  1. Vc tem a planilha para compartilhar? 🙂

    1. Destino Compartilhado says: Responder

      Olá! Nós não temos mais essa planilha, mas já estamos fazendo outra pra poder compartilhar mais pra frente.

  2. Que demais! Achei o valor bem ok pelo tanto de lugares que vocês passaram!
    Mas não tenho muita organização pra planejar tudo! (por isso que passei tanto aperto quando viajei shuhsua)
    Mas achei muito inspirador! 😀

    1. Destino Compartilhado says: Responder

      Muito obrigado!

Deixe uma resposta