Diário dos mãos de vaca #2 – Como guardar dinheiro para viajar?

Como eu faço pra guardar um dinheiro específico para minha viagem?

Esta é uma questão importante. Existem muitas formas e fórmulas de se fazer isso, algumas mais radicais e a curto prazo e outras mais tranquilas, porém a longo prazo. A internet está cheia de dicas de como economizar, não só para viajar. Mas podemos adaptar algumas técnicas para nossa realidade de viajantes.

Guardar dinheiro por semana ou por mês?

Bom, aqui vamos apresentar duas técnicas diferentes. Aquela em que você guarda um valor diferente toda semana, e a outra em que você guarda todo mês. Qual a diferença entre as duas? Já digo que nenhuma. O resulto final vai ser o mesmo, mas você deve calcular o que vai te deixar mais confortável financeiramente.

Destino Compartilhado

O desafio das 52 semanas:

O “desafio das 52 semanas” é bem conhecido na internet e existem algumas variáveis dele para os mais corajosos e também para os mais precavidos com o dinheiro. Essa técnica consiste basicamente em você guardar um valor na primeira semana do ano (normalmente começando com 2 reais) e ir aumentando a cada semana em uma progressão lógica.

Pode ser 2 reais a mais do que o valor anterior, por exemplo, essa semana você guarda 4 reais, na próxima você guarda 4+2, depois 6+2 e por ai vai. Também existe a variável de dobrar o valor por semana ou por mês, essa é pra quem tem mais coragem.

Dois reais é um valor simbólico e fácil de se calcular, mas não é um número obrigatório. Você pode fazer com o valor que quiser, desde que consiga manter a disciplina.

Criar uma disciplina para guardar dinheiro para viajar é essencial, criar o hábito de separar o dinheiro é entender que aquela viagem faz parte da sua vida a partir do momento em que você decidiu fazê-la. Existe a técnica de tratar a viagem como se fosse uma dívida, mas SEM FAZER A DÍVIDA. Você escolhe um valor por mês e deposita. A grande diferença é que quem recebe por essa dívida é você mesmo.

Leia também: Quanto custa mochilar pela Europa?

Guarde o dinheiro separado.

É recomendável guardar dinheiro em uma conta separada, uma poupança ou algo do tipo. Quando você deixa tudo na sua conta, você acaba ficando sem saber separar qual é o dinheiro da viagem e o das outras despesas, daí quando percebe já foi tudo embora. Se não for possível guardar em outra conta, você vai precisar ser muito responsável com o dinheiro que está guardando. Pode parecer muito difícil, mas é questão de disciplina com você mesmo.

destino-compartilhado-como-guardar-dinheiro-para-viajar

Mas quanto eu preciso guardar?

Como já dissemos muitas vezes aqui no blog, cada viagem é uma viagem e só você vai saber o valor exato de quanto precisa pagar. Porém você pode sim ter uma base de quanto custa viajar para o lugar que quer. No catálogo de viagens aqui do Destino Compartilhado temos várias experiências interessantes, inclusive com valores quem podem te ajudar no seu planejamento.

Mas nunca sobra dinheiro pra mim.

Não mesmo? Vamos repensar prioridades então. A gente sempre acha que o dinheiro não sobra ou que é muito difícil, mas na verdade a gente nunca quer abrir mão de certos confortos. Por isso, se você quer mesmo viajar, precisa ser uma prioridade pra você. Entenda como você gasta seu dinheiro. O que pode ser cortado? Pense sobre isso e até o próximo Diário dos Mãos de Vaca.

Destino Compartilhado | por: Tom Freitas


Leia também:

Diário dos mãos de vaca #1 – Planejando uma viagem

Diário dos mãos de vaca #3 – Organizando a viagem

Acampi – O banco de dados do aventureiro


 

Comentários

Deixe uma resposta