Verdades e mitos sobre o transporte entre países na Europa

Você já deve ter ouvido de alguém por ai que tudo dentro da Europa é mais barato, funciona muito bem e que lá podemos andar de trem para qualquer lugar praticamente de graça. Algumas dessas afirmações são verdadeiras – pelo menos em parte – e outras fazem parte daquele mito de que tudo fora do Brasil é melhor e ponto. Se quiser saber mais sobre transporte entre países na Europa, leiam esse post que a gente já escreveu um pouco sobre o assunto.

Mas o que é verdade e o que é mito?

destino-compartilhado-onibus-mito

 

Verdade: Você pode viajar de trem entre os países tranquilamente

A Europa tem linhas de trem que conectam praticamente o continente inteiro e com os acordos políticos da União Europeia, você dificilmente terá dificuldades com a imigração entre um e outro, facilitando muito sua viagem por lá.

Mito: Os trens são o modo mais econômico de se viajar

Infelizmente isso não é totalmente verdade, dependendo da distância entre as cidades que você quer se locomover as passagens de ônibus ou até mesmo de avião saem mais em conta. Existem ocasiões onde andar de trem vai ser mais barato, como andar dentro do Baviera com o Bayern Ticket, por exemplo.

Verdade: Viajar em grupo sai mais barato

Não é sempre. Mas existem ocasiões como o exemplo do Bayern Ticket, já citado. Além de você conseguir economizar na alimentação e no transporte dentro das cidades, você também consegue um bom desconto para se locomover entre cidades com esse tipo de bilhete em grupo. Por isso, se estiver com um grupo, não pense duas vezes antes de pesquisar mais sobre essas passagens.

destino-compartilhado-verdades-e-mitos

Mito: Avião é sempre o meio de transporte mais caro

Também já foi dito aqui que em certas ocasiões as passagens de trem podem sair mais caras do que as de avião. Outro fator importante a ser calculado é o tempo que você tem de viagem. Isso significa que mesmo que uma passagem de trem ou ônibus custe mais barato, o avião vai ser com certeza o modo mais veloz de você se locomover então é bom que você saiba colocar esses dois pesos na balança.

Tem mais alguma dúvida? Mande para nós que a gente te responde em breve, seja em outro post do tipo, ou pelo e-mail mesmo. Até a próxima!

Destino Compartilhado | por: Tom Freitas


Leia também:

Quanto custa mochilar pela Europa?

Vale a pena alugar carro para viajar?

É possível viajar sem falar inglês?


 

Comentários

Deixe uma resposta