Transporte em Ilhabela

Carro, ônibus ou a pé?

Uma vez marcamos uma viagem para Ilhabela e o plano era simples, pesquisar os lugares mais legais, pegar uma praia, comer algo diferente e aproveitar o fim de semana. Deu quase tudo certo, conseguimos por sorte lugares com comidas boas e preços justos, nos divertimos, só faltou saber um pouco mais sobre o transporte do lugar…

A gente achou que ia ser tranquilo andar a pé pra todo lado por lá, achamos que o lugar ia ser pequeno e não foi bem assim, em alguns momentos fomos obrigados a pegar ônibus e nem tínhamos pesquisado nada sobre os ônibus de lá.

Verifique a distância de sua estadia e de todos os pontos que você deseja visitar

ilhabela destino compartilhado

Essa frase precisa ter um destaque especial porque é de suma importância pra você calcular seus gastos. Às vezes andar a pé não é lá a opção mais viável e eu descobri que em Ilhabela não é.

Leia também: Diário dos mãos de vaca #3 – Organizando a viagem

Lá, a passagem de ônibus público custa R$ 3,75 e você consegue se locomover moderadamente por toda a cidade. Porém, se você quiser conhecer as praias mais desertas e mais distantes, terá que escolher outra opção.

Se você estiver de carro as coisas facilitam um pouco, só nunca se esqueça de estar com o GPS e ter noção do trânsito e de lugares para estacionar. Mas o carro nem sempre é a opção mais barata e como falamos aqui de economia, vamos falar sobre se locomover sem carro.

Passeios de Jeep

ilhabela-jeep-destino-compartilhado

As melhores opções são os pacotes que são vendidos em diversos pontos da ilha. Os preços ficam em torno de R$ 115,00, você vai conseguir negociar mais barato e vão aparecer ofertas mais caras, fique atento. Esses pacotes normalmente tem o destino para as praias do Gato, Jabaquara e Praia do Bonete (que são algumas das mais bonitas, diga-se de passagem).

O que eu aprendi?

Nós pegamos um taxi da balsa até a pousada onde eu iriamos ficar e quando percebemos, dava pra ter ido a pé facilmente. Daí que nos outros dias de viagem eu quis fazer tudo a pé e não é bem por aí, nos cansamos muito (e a Carol ficou bem brava).

Enfim, não adianta economizar sem aproveitar tanto. Tem que existir esse meio termo e é nele que vou tentar chegar com os próximos textos sobre minha mãodevaquisse.

ilhabela destino compartilhado

 

Destino Compartilhado | por: Tom Freitas


 

Leia também:

Vale a pena alugar carro para viajar?

Onde se hospedar: Hotel ou Hostel?

Diário dos mãos de vaca #1 – Planejando uma viagem


 

Comentários

Deixe uma resposta