Onde se hospedar: Hotel ou Hostel?

Ta aí a pergunta que a gente não fez e tá aqui um post que a gente não leu antes de decidirmos nossas hospedagens nas cidades que íamos ficar no nosso primeiro mochilão. Eu nunca tinha feito uma viagem muito longa e sempre fiquei na casa de amigos e parentes. O Tom já sabia de algumas coisas e a dica dele foi: Hostel é mais barato. Logo, essa foi a opção que escolhemos.

Mas a questão sempre será: Qual o tipo de viagem que vai fazer?

Hostel tem suas inúmeras vantagens: Preço acessível (ainda mais quando o quarto é compartilhado com bastante gente), você faz amigos, nunca tá sozinho, alguns ainda tem bares e festas e localizações ótimas. O Tom quando foi pra Londres sozinho pagou uma merréquinha em um quarto compartilhado, fez amigos e ficou num bairro ótimo.

Hostel ou Hotel? Destino Compartilhado

Hotel ou hostel: O que vale mais a pena para sua viagem?

Agora pra nossa viagem o Hostel já não foi tão eficiente. Vale lembrar que a hospedagem em hostels é cobrada POR PESSOA e não por quarto como em hotéis. Portanto, a gente pagou o dobro (duas pessoas), o que acabou saindo mais caro que um hotel, sem contar que: optamos em algumas cidades, como Londres, por quarto compartilhado – com 12 pessoas – e simplesmente não tínhamos privacidade! E Londres é Londres, o quarto vivia lotado. Em Berlim demos sorte, o quarto que era pra 6 ficou só pra gente porque não chegou mais ninguém!

Se hospedar em hotel ou hostel?

Qual seu tipo de viagem?

Sim, hostels são econômicos e ótimos quando se vai viajar sozinho ou com amigos, quer conhecer gente nova e não se importa tanto com a privacidade, mas quando se viaja em casal a melhor opção são os hotéis. Em todos os sentidos. Conhecemos um casal no meio da viagem que tinha pago bem mais barato em um hotel muito bom, com café da manhã e banheiro privado! Coisa que não sabíamos mais o que era. A gente tinha que fazer fila na porta do box pra tomar banho. Por isso é muito importante saber qual tipo de viagem você vai fazer. Falamos sobre isso aqui.

 

Hostel ou hotel? Destino Compartilhado

No fim, em Amsterdam, acabamos trocando o quarto compartilhado por um privado na hora do check in, obviamente ficou bem mais caro do que o que íamos gastar:

1 – Quarto duplo é muito mais caro do que um compartilhado com 6/12 pessoas;

2 – O valor é pago por pessoa e não por quarto.

Mas a gente só queria um pouquinho de privacidade e descansar em paz sem precisar se preocupar se alguém ia acender a luz ou ficar fazendo barulho. Então mais uma vez, tudo varia de experiência pra experiência e do que você quer e espera pra sua viagem. Nem sempre o que foi barato pra um vai sair barato pro outro. Vale a pesquisa.

Destino Compartilhado | por: Carolina Rosa


 

Leia também:

Diário dos mãos de vaca #5 – Como escolher uma hospedagem?

PERRENGUE #1 París a pé

Trem, avião ou ônibus na Europa?


 

Comentários

Deixe uma resposta